20.12.10

São doces

Detesto a frieza dos sms em série a desejar bom natal, não gosto das mensagens electrónicas com uma lista de 500 e-mails no destinatário, não gosto que me desejem Feliz Natal porque apareço numa lista de clientes. Sei que vou achar um terrível aborrecimento todas as mensagenzinhas de natal que, este ano, vão encher o facebook. Mas para quê?
Custa muito escrever um e-mail dirigido àquela pessoa, com quem nos relacionamos diariamente ou com quem nos cruzámos uma única vez no último ano? Há uns 3 anos que invisto 2 horitas a escrever um e-mail pessoal a amigos, clientes e alguns conhecidos. É quase certo que me esquecerei de alguém, mas faço-o porque acho que cada um me merece esse bocadinho de tempo. Afinal é Natal!
Os meus melhores clientes e os meus amigos mais próximos merecem-me mais que um e-mail pessoal de natal, merecem... um doce!
Pelos vistos é muito bom para uns, é muito bom e muito doce para outros, mas parece que todos gostam. Caros amigos o doce de abóbora é muito fácil, mesmo fácil, de fazer. Li a receita numa revista qualquer, memorizei-a (porque tinha aí umas 2 linhas) e "deitei mãos à obra". Foi uma brincadeira que resultou bem e que se está a tornar uma tradição. Deixo aqui a receita.

1.º Comprar uma boa abóbora menina
2.º Cortar fatias de abóbora, descascá-la e cortar em cubos (mais ou menos 3 x 3 cm). Se forem mais pequenos libertam água mais depressa.
3.º Juntar açucar, paus de canela e vagem de baunilha. Este ano fiz assim: para 3 kg de abóbora juntei 2 kg de açucar, 5 paus de canela e meia vagem de baunilha aberta ao meio (não é partida ao meio é aberta a todo o comprimento)
4.º Deixar a marinar a mistura durante 10h - 12h. A abóbora tem muita água e vão perceber isso com muita facilidade.
5.º Cozer em lume brando, mesmo brando, mexendo sempre até atingir a consistência pretendida. A minha compota levou 6h no fogão. Antes de terminar juntar as nozes, pinhões e amêndoas.
6.º Deixar arrefecer e encher em frascos de vidro.


Et voilá!
Um presente feito por mim para amigos e clientes especiais que me dá um grande prazer oferecer e que, pelos vistos, também gostam de receber.
Nota importante: não misturar água, nunca; não usar a varinha mágina, não é preciso; e usar lume mesmo brando (podem usar um pouco mais forte até ferver e depois reduzir ao mínimo).

1 comentário:

Liliana disse...

Antes de mais e depois de ler este post, quero agradecer muito ter sido considerada como uma pessoa importante o suficiente para receber essa mensagem personalizada :) gostei imenso que te tivesses lembrado de mim.
Agora quanto a receita.... hehehe gostaria imenso de te ver a realiza-la heheh devia sair uma coisa esperta ;)
eu não sou apreciadora destas coisas mas a minha mãe vai adorar.
Beijocas,
Tudo de bom para a tua familia e para ti também.